O Brasil é o país da piada pronta!

O líder do MTST (aquele movimento que adora invadir propriedade alheia), Guilherme Boulos, ficou desesperado com a possibilidade de uma intervenção militar e, na sua arrogância, pediu a prisão do general do Exército, Antônio Mourão.

Há dois tipos de pessoas que ‘BORRAM as calças’ quando ouvem a palavra EXÉRCITO: políticos corruptos e comunistas. E vou além: petistas também têm medo de outra coisa, a palavra TRABALHO.

Petistas e comunistas adoram falar em liberdade, para eles, é claro. Liberdade para roubar, matar, corromper, mentir, enganar, traficar e viciar as pessoas e os cofres públicos. Querem a liberdade para ladrões, assassinos, corruptos e corruptores, para mentirosos, traficantes, viciados e hipócritas. Falam de uma “noite” que durou 21 anos, enquanto fecham os olhos para a violência em cada esquina das ruas deste país, a roubalheira e o desmando que, à luz do dia, já dura 26 anos.

Vivemos num país onde a liberdade só se vê dentro de casa, por detrás das grades de segurança, de dentro de carros blindados e dos vidros fumê. O povo que se vire para se desviar das balas perdidas disparadas pela mão ESQUERDA que criou e armou traficantes desde a eleição de 1082.

Olhando para amanhã, enxergamos assaltos, estupros, pedófilos, professores desmoralizados, ameaçados e mortos, vemos “bullying”, conivência e mentiras, vemos crianças que matam, crianças drogadas, crianças famintas, crianças armadas, crianças arrastadas, crianças assassinadas.

Das janelas e nas telas das televisões vemos arrastões, bloqueios de ruas e estradas, terras invadidas, favelas atacadas, policiais bandidos e assaltos a mão armada.

Vivemos em um Brasil sem lei, assistimos a massacres, chacinas e sequestros. Uma terra em que a família não é valor, onde menores são explorados e violados por pais, parentes, amigos, patrícios e estrangeiros. Mas, afinal, onde é que nós vivemos? Vivemos no país da impunidade onde o crime compensa e o criminoso é conhecido, reconhecido, recompensado, indenizado e transformado em herói!. Onde bandidos de todos os colarinhos fazem leis para si, organizam esquemas para roubarem e compram sentenças.

Quanta falsidade, quanta mentira, quanta canalhice ainda teremos que suportar, sentir e sofrer, até que a indignação nos traga de volta a vergonha, a autoestima e a própria dignidade.

Não tardará o dia que todos os corruptos e corruptores, ladrões do dinheiro da saúde, merenda escolar e da segurança serão CAÇADOS e os bens confiscados. A hora está chegando. Aí quero ver toda a valentia dos petistas e comunistas; Não vai sobrar pedra sobre pedra.

*Rosalvo Reis é editor do Portal Roteiro de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *