Deputada pede que provas para oficial da PM sejam feitas no interior

Manaus (AM) – Descentralizar as provas do Curso de Habilitação para Oficiais Administrativos (CHOA) da Polícia Militar. Esse foi um dos assuntos abordados pela deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) durante a Sessão Plenária desta quarta-feira, 14/3, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

A demanda foi trazida ao conhecimento da parlamentar por meio do sargento PM Jordão, presidente da Associação dos Militares do Estado do Amazonas (AMEA). Segundo ele, o curso serve para qualificar 1º e 2º sargentos e subtenentes ao cargo de oficial administrativo da corporação. A formação é dividida em três etapas: teste de aptidão física, exame de saúde e prova escrita.

Atendendo ao pedido da associação, que alega altos custos para deslocamentos dos PMs até a capital durante as três fases do processo de formação, Alessandra defendeu na tribuna que a prova escrita do curso seja descentralizada e aconteça nos batalhões dentro dos próprios municípios. O exame final está marcado para o dia 2 de abril.

“O meu apelo é para que a Secretaria de Segurança e o Comando da Polícia Militar apliquem a prova no local, porque esses policiais que já ganham pouco, alguns que não tiveram promoção e que não têm data-base há quatro anos gastam muito dinheiro para fazer as provas em Manaus, quando poderiam ser feitas no local onde eles moram”, explicou Alessandra.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *