DPE-AM realiza concurso para 60 vagas

Foi lançado no final da tarde de sexta-feira (20), o edital do concurco para a área de apoio da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM). São 60 oportunidades para os níveis médio e superior.O salário pode chegar a até R$ 6 mil.

Vagas

Analista Jurídico de Defensoria – Especialidade Ciências Jurídicas – cargo que exige graduação em Direito ou Ciências Jurídicas oferece 21 vagas, sendo 16 para a capital, Manaus, e uma vaga para os polos de Humaitá, Itacoatiara, Parintins, Tabatinga e Tefé. O salário inicial é de R$6 mil.

Analista Social de Defensoria – Especialidade Psicologia – cargo que exige graduação em Psicologia tem 1 vaga com lotação em Manaus, e salário de R$ 5.220,70.

Analista Social de Defensoria – Especialidade Serviço Social – cargo com exigência de graduação em Serviço Social tem 2 vagas no edital para trabalhar em Manaus, e salário de R$ 5.220,70.

Analista em Gestão Especializado de Defensoria – Administração – os graduados em Administração terão 1 vaga para concorrer no edital do DPE-AM para atuar em Manaus, e salário inicial de R$4.819,10.

Analista em Gestão Especializado de Defensoria – Biblioteconomia – oportunidade para os formados em Biblioteconomia, que terão 1 vaga no edital do DPE-AM. A vaga é para atuar em Manaus, e o salário é de R$ 4.819,10.

Analista em Gestão Especializado de Defensoria – Ciências Contábeis – cargo que exige graduação no curso de Ciências Contábeis, e que tem 1 vaga com lotação em Manaus. O salário inicial é de R$4.819,10.

Analista em Gestão Especializado de Defensoria – Engenharia Civil – o concurso traz uma vaga para quem tem graduação em Engenharia Civil, e deseja trabalhar em Manaus. O salário inicial é de R$4.819,10.

Analista em Gestão Especializado em Tecnologia da Informação de Defensoria – Analista de Sistema – o edital do DPE-AM traz 1 vaga para quem tem graduação em Análise de Sistemas ou Engenharia de Sistemas. A vaga é para trabalhar em Manaus, e o salário é de R$ 4.819,10.

Analista em Gestão Especializado em Tecnologia da Informação de Defensoria – Analista de Banco de Dados – cargo que exige graduação em Ciências da Computação ou em Engenharia da Computação tem 1 vaga no concurso com lotação em Manaus, e salário inicial de R$4.819,10.

Assistente Técnico de Defensoria – Assistente Técnico Administrativo – para concorrer a uma das 21 vagas oferecidas aqui, o candidato deverá ter o ensino médio ou de curso técnico equivalente. Do total das vagas, 16 são para atuar em Manaus, e uma vaga para os polos de Humaitá, Itacoatiara, Parintins, Tabatinga e Tefé. O salário inicial é de R$ 3.531,95.

Assistente Técnico de Defensoria – Assistente Técnico em Agrimensura – os interessados nesta vaga deverão ter o ensino médio ou de curso técnico equivalente. A vaga é para trabalhar em Manaus, e o salário inicial é de R$ 3.531,95.

Assistente Técnico em Tecnologia da Informação de Defensoria – Assistente Técnico – cargo que exige ensino médio ou curso técnico equivalente. São 5 vagas para atuar em Manaus, e salário inicial de R$3.400,00.

Assistente Técnico em Tecnologia da Informação de Defensoria – Programador – cargo exige ensino médio ou curso técnico equivalente. São 3 vagas para atuar em Manaus, e salário inicial de R$ 3.400,00.

As inscrições começam no dia 30 de outubro e podem ser realizadas até o dia 27 de novembro no site da Fundação Carlos Chagas. A taxa de inscrição para os cargos de nível superior vai custar R$ 90, e as de nível médio R$ 70.

Concurso para defensor também vem aí

A sexta, 20, também foi dia de anunciar o concurso para a Defensoria Pública de Manaus. A instituição publicou resolução autorizando o concurso em seu Diário Oficial, e algumas regras do futuro concurso. A iniciativa faz parte dos planos de expansão e melhor atendimento da população da Defensoria Pública do Amazonas, que vai inaugurar novos polos de atendimento no interior do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *